Simule

Paraná sai na frente no licenciamento e produção de energia limpa.

6 de julho de 2021

compartilhe

Nesta segunda feira, o governador do Paraná, Carlos Massa Ratinho Junior, lançou o projeto Paraná Energia Sustentável. A intenção é acelerar a produção de energia limpa, com uma nova dinâmica para a emissão de licenciamento ambiental, o que permite reduzir o tempo de espera pela permissão.

O projeto visa facilitar o licenciamento da atividade com foco na redução da emissão de Gases de Efeito Estufa (GEE), atendendo a um dos princípios da Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU).

“Um dos pilares da nossa administração é fazer com o que o Estado cresça, se desenvolva, mas dentro das premissas corretas estabelecidas por essa agenda mundial de preocupação com o meio ambiente”. – Carlos Massa Ratinho Junior, governador do estado do Paraná.

A COGECOM tem participação direta na geração de energia limpa no estado do Paraná. Desde 2017 até o presente momento, gerando mais de 200GW de fontes renováveis, contribuindo para uma aceleração no processo de sustentabilidade energética.

Nossa missão sempre foi pensar no futuro mas agindo no presente. Desde de 2017 temos o propósito de usar as fontes renováveis para trazer maior economia, tanto de recursos naturais quanto financeiros. Precisamos agir no hoje para que tenhamos um bom amanhã para as futuras gerações.“- Roberto Correa, presidente da COGECOM.

Energia sustentável, proteção ambiental e redução de desigualdades fizeram do Paraná um exemplo mundial no desenvolvimento sustentável, conforme publicado no estudo de caso lançado no mês passado da OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico), o estado aderiu aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU nos últimos dois anos.

O QUE MUDA?

Sete resoluções foram criadas e separadas por modelos de geração e transmissão de energia. As fontes são divididas eólica, energia por biodigestão, energia de potencial hidráulico e vapor, energia de biomassa, energia solar, gás canalizado e sistemas de transmissão, distribuição de energia elétrica. Não havia anteriormente uma normativa específica para cada tipo de fonte de energia.

Com as sete resoluções, cada empreendimento é tratado de acordo com sua especificidade, o que oferece, além de maior segurança por parte do órgão ambiental, mais agilidade na análise dos processos.

“Queremos ser ágeis, mas sem afrouxar a legislação. Quem quiser gerar energia limpa no Paraná terá de obedecer a uma série de exigências, com resoluções específicas e fiscalização. Mas tudo dentro de um programa que permite ser prático e, com tudo de acordo, emitir o licenciamento ambiental de forma rápida”.

“O Paraná já é quem mais produz alimentos, agora será também o mais sustentável”. – Márcio Nunes, secretário de Estado do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo.

USE ENERGIA LIMPA AGORA

O sistema de distribuição de energia da COGECOM, injeta energia gerada por usinas renováveis das mais diversas fontes, garantindo ao consumidor economias de 7% – 20% dependendo do estabelecimento.

SISTEMA DE DISTRIBUIÇÃO DE ENERGIA RENOVÁVEL COGECOM.

ENERGIA LIMPA SEM INSTALAÇÃO

Sem custo de adesão, o estabelecimento participa da geração remota de energia em usinas menores de energia renovável, que são repassados a concessionária, gerando créditos de energia pagando de 10 – 20% menos na fatura.

Você pode saber se seu estabelecimento se enquadra para Geração Distribuída clicando aqui.

Entre em contato e lhe ajudaremos gratuitamente a saber qual alternativa é melhor para seu negócio.