Simule

Oito em cada dez brasileiros acham energia elétrica muito cara.

4 de agosto de 2021

compartilhe

Estudo da ABRACEEL demonstra que 8 entre 10 brasileiros acham o preço da energia elétrica muito alta.

O estudo Opinião do Brasileiro sobre Setor Elétrico, de maio de 2021, busca a percepção do consumidor sobre o cenário atual do setor elétrico e as perspectivas futuras. A pesquisa ouviu 2.081 pessoas, por telefone, em 130 municípios. 

Para 53% dos entrevistados, o alto custo da energia elétrica é devido da alta carga tributária; para 19%, o principal motivo é a falta de concorrência no mercado ou na impossibilidade de se escolher a empresa fornecedora de energia.

Outros 14% dos participantes culpam o governo; e 10% acreditam que o desperdício é o ponto central do encarecimento da energia.

Além disso, segundo o levantamento, 81% dos brasileiros desejam poder escolher a empresa fornecedora de energia. Desde 2014, este é o maior percentual da série histórica da pesquisa realizada pela Abraceel. De cada 10 entrevistados, sete trocariam o atual fornecedor de energia elétrica caso a medida de livre escolha fosse implantada.

Energia elétrica cara X Fontes renováveis:

Segundo o presidente executivo da Abraceel, Reginaldo Medeiros, o estudo revela outro ponto importante: 92% dos entrevistados gostariam de gerar energia elétrica em casa.

“O número também surpreende entre os brasileiros que pagariam um preço maior para incentivar a geração de energia de fontes renováveis, com 46% dos entrevistados, ante 39% da pesquisa de 2020. Isso mostra claramente um aumento na preocupação com o meio ambiente”, destacou Medeiros.

Em relação à pandemia, a pesquisa informa que a conta de luz passou a pesar mais no orçamento familiar de 79% dos entrevistados, em função do maior tempo em casa e da redução da renda familiar; 74% afirmaram que têm economizado energia elétrica para reduzir o valor da conta.


Para Roberto Correa, presidente da COGECOM, empresa de geração distribuída, o problema é o desconhecimento do consumidor sobre o seu direito de comprar energia de fontes renováveis.

“As pessoas buscam melhores condições para o consumo, as energias renováveis são primordiais nessa mudança, e estamos em constante expansão”.

Energia Elétrica não precisa ser cara:

Segundo Roberto Correa da COGECOM, o sistema de geração distribuída ainda consegue ser a melhor forma de contornar o problema de consumo elevado de energia não apenas no curto prazo, mas durante o ano todo:

“Quando o consumidor usa energia de fonte renovável além da concessionária, temos mais geração. Mais do que economizar é necessário repensar o consumo.”

O sistema de geração distribuída é o mais sólido e acessível no momento atual. Por se tratar de algo sem investimento e sem mexer na estrutura local, muitos condomínios e estabelecimentos tem aderido pelo retorno médio de 15 – 25% de economia de energia.

Visto que a maioria dos estabelecimentos não conseguem reduzir o consumo de energia, a COGECOM tem feito da seguinte maneira:

Sem custo de adesão, o estabelecimento participa da geração remota de energia em usinas menores de energia renovável, que são repassados a concessionária, gerando créditos de energia pagando de 10 – 20% menos na fatura.

Você pode saber se seu estabelecimento se enquadra para Geração Distribuída clicando aqui.

Entre em contato e lhe ajudaremos gratuitamente a saber qual alternativa é melhor para seu negócio.