Simule

Energia do Lixo? Investimento sustentável no Brasil.

17 de agosto de 2021

compartilhe

Brasil ganha seus primeiros testes em “energia do lixo” (waste to energy).

Prática vem sido adotada no mundo principalmente em países europeus e asiáticos, e agora a recuperação energética de resíduos sólidos começa a dar seus primeiros passos no Brasil.

A ZEG Ambiental é uma empresa do grupo Capitale Energia e traz consigo o conceito “waste-to-energy” (WTE) em fábricas da Neotech Soluções Ambientais e da Nexa Resources, companhia de metais da Votorantim.

Tecnologia da energia do lixo:

Os projetos usarão a tecnologia proprietária da ZEG que tem como objetivo viabilizar usinas de recuperação energética em pequena e média escala. A solução chamada de “Flashbox”, possui um reator que transforma resíduos em “gás de síntese”, combustível renovável para ser utilizado em processos industriais ou para a geração de energia elétrica.

O problema do lixo urbano, foi o mote principal da solução, mas, para testá-la comercialmente, os clientes industriais serão os primeiros a viabilizarem.


“Estamos tomando cuidado para desenvolver o mercado brasileiro”.

André Tchernobilsky, CEO da ZEG Ambiental

O Brasil está atrasado no assunto. Segundo a Abren, mais de 90% dos resíduos seguem para aterros sanitários sem qualquer tipo de tratamento, além dos riscos ao meio ambiente e saúde pública, existe um enorme desperdício de potencial para a geração de energia.

Existem algumas unidades onde o biogás é capturado em aterros sanitários e assim produzir energia ou biometano, mas sem aproveitar o lixo para incineração como em países europeus e asiáticos ( “mass burning”). A principal dificuldade é o elevado custo dos equipamentos deixando fora do eixo os projetos de menor escala.

Método de geração de energia.
Método de geração de “energia do lixo”.

Fazer do mundo um lugar melhor.

Desde os anos 90 em nosso país, os brasileiros tem aumentado a conscientização do descarte de seu lixo. Poder transformar lixo em energia será um grande avanço.

Energia sustentável, energia renovável são parte não só da preservação do ambiente em si, mas da sobrevivência da nossa espécie.

Na COGECOM, todos os processos utilizados no sistema são não extrativistas. Resíduos se tornam energia, leito de rios se tornam energia, raios de sol, vento e até restos de indústrias de alimentos cárneos através do processo de biodigestão.

Fazer de um mundo um lugar melhor para as futuras gerações é o principal motivo da COGECOM existir. Apoiamos iniciativas de empresas como a ZEG pelo foco em projetos de viabilização para transformação de lixo em energia.

COGECOM, a energia de quem pensa! De quem pensa no futuro, agindo no presente.

Matéria completa: Valor Econômico.